Close

22 de maio de 2017

Saúde mental em foco

A Semana da Luta Antimanicomial, comemorada nos dias 15 a 19 deste mês, atraiu mais participantes do que no evento realizado no ano passado, informa o coordenador da Saúde Mental do município, Pedro Mello. Nos dias 15 a 19 deste mês equipe da área e pacientes participaram de várias atividades especiais e gratuitas: Um dia foi dedicado à beleza, com corte de cabelos; outro para cinema com pipoca e boa prosa com os presentes que contaram e relembraram várias histórias da cidade. Teve também um dia para a dança, pescaria, meditação, piquenique, com direito a participação do cantor Fabiano, da dupla César Menotti e Fabiano, que cantou e encantou todos que foram almoçar no pesque-pague Peixe Boi, na quinta-feira, dia 18 – o dia oficial da Luta Antimanicomial. O último dia foi dedicado às lembranças: Os participantes puderam dançar ao som das músicas que marcaram suas vidas.

Parceiros
Para que todos esses eventos fossem possíveis, a Secretaria Municipal de Saúde\Saúde Mental contou com parceiros importantes: Secretarias de Cultura e Turismo, Comunicação, Obras e Infraestrutura Urbana, do Conselho Municipal de Desenvolvimento Ambiental (Codema) e ainda: Pesque e Pague Peixe Boi, Supermercado Damasco, Sacolão Tradição da Roça, Salões Exclusive e Quésia, vereadores Léo da Padaria e Wellington Pinheiro, servidores da Câmara Municipal (Kátia, Regiane e Lindaura), Prefeitura Municipal (Gabinete, Zoonozes e Transporte) e Katiane Ragazzi: “Agradecemos a todos os parceiros e colaboradores que fizeram dessa semana um marco inesquecível na busca pela igualdade e cidadania em Juatuba”, diz Pedro Mello.

A Semana da Luta Antimanicomial
Em Juatuba a Semana da Luta Antimanicomial foi realizada pela humanização do cuidado e pela construção da cidadania dos usuários, portadores de transtornos mentais. O Movimento da Luta Antimanicomial se caracteriza pela luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental. Dentro desta luta está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de preconceitos que cercam a doença mental. O Movimento da Luta Antimanicomial faz lembrar que como todo cidadão estas pessoas têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direito a receber cuidado e tratamento sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos.

A Saúde Mental em Juatuba
O trabalho da Saúde Mental de Juatuba é realizado por: Psiquiatras, psicólogos, assistente social, terapeuta ocupacional, enfermeiras, técnico em enfermagem, auxiliares administrativos e de higienização, estagiária e motorista, todos comprometidos com o bem-estar dos pacientes de Juatuba, afirma o coordenador da área. No município são realizados acolhimentos diários, reunião de equipe semanal para discussão de casos, atendimentos psicológicos individuais, oficinas e grupos terapêuticos semanais, consultas psiquiátricas, atendimento familiar, visitas domiciliares, busca ativa, administração de medicamentos na unidade e no domicílio, dentre outras atividades. A Unidade de Saúde Mental de Juatuba está localizada à rua Narciso Alves, 110, Centro. Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 07h às 17 h.

Júnia Gonçalves de Oliveira: “Dancei porque eu queria muito ser bailarina.”

Wesley Henrique da Silva e o psicólogo Pedro Mello.

Secretaria de Comunicação